Blog de e.criativa


Trabalhando com alunos sobre os perigos do lixo no meio ambiente

 

TEMA: GESTÃO AMBIENTAL DE RESÍDUOS, SEGUNDO AS NORMAS Da A3P.

PRODUTO: PESQUISA E VIDEO.

PÚBLICO-ALVO: ENSINO FUNDAMENTAL 1

INFORMAÇÕES:

A PRÁTICA DOS TRÊS RS: REDUZIR, REUTILIZAR E RECICLAR.

São mais que atos de conscientização:São atos de cidadania.

O que se faz com lixo gerado,é o indicador da qualidade de vida que se quer ter

Devemos pensar onde fica o “fora” quando jogamos algo fora. Em qualquer caso, o “fora” fica em algum lugar

que faz parte do meio ambiente, ou seja, nunca se joga nada fora e, sim, mudam-se as coisas de lugar.

Se olharmos sem preconceito para o lixo, poderemos verificar que muitas coisas não são exatamente lixo.

Quando falamos em qualidade de vida, devemos estabelecer critérios ambientalmente corretos, que encontrem ressonância na qualidade de vida que queremos. Isso vale também para nosso local de trabalho.

A administração pública, nas três esferas de governo, começa a apresentar resultados, de uma maneira geral,

bastante positivos com a introdução de um novo pensar no que se refere à gestão ambiental dos resíduos decorrentes de suas atividades.

Você sabia ?

Que uma enorme quantidade de catadores, inclusive crianças, ainda participa das ações de coleta nos lixões à céu aberto? Evitar essa exclusão social é ação decisiva para o resgate da cidadania.

Que quanto mais desenvolvida a sociedade, mais resíduos sólidos por habitante são por ela produzidos?

A média de resíduos produzidos pelos suíços chega a 1,7 kg/dia/habitante, Em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro, a média diária chega a superar 1 kg/dia/habitante.

Sendo assim ,atualmente, não basta educar o cidadão a dispor organizada e separadamente seu lixo. É preciso mostrar meios para que a ação individual produza um ganho coletivo.

não basta educar o cidadão a dispor

A prática dos TRÊ RS, são mais que atos de conscientização: São atos de cidadania.

O que se faz com o lixo gerado, é o indicador da qualidade de vida que se quer ter.

 

 

 



Escrito por e.criativa às 16h44
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Grupo1: Suélen Custódio/ Lídia Messias/ Lucelena Gonçalves e Letícia Soares Leal de Oliveira

Tema: Economia da água.

Produto: Fanzine

Público-alvo: Educação Infantil

Informações: Surgimento da água no planeta:

A teoria mais aceita hoje em em dia sobre a origem da terra descreve seu surgimento como uma bola incandescente que, com o tempo, foi resfriando-se lentamente. A medida que resfriava, alguns gases eram liberados de seu interior como amônia, hidrogênio, metano e junto com eles vapor d'água. A água evaporada quando encontrava as camadas mais finas da atmosfera transformavam-se em chuvas torrenciais.

Num dado momento a água das chuvas não retornava mais a atmosfera em forma de vapor em estado líquido. Parte escorria pelas elevações formando os rios, e parte acumulava nas depressões da crosta terrestre. Foi essa água que formou os lagos, os mares, oceanos... e assim possivelmente formou-se a hidrosfera primitiva da constituição diferente da atual.

Preservando a água: O primeiro passo para preservar a água é a conscientização e a educação de crianças, jovens e adultos. “A economia de água começa em casa e nas escolas. E tudo o que se pode fazer é tão simples e exige tão pouco esforço que qualquer um pode incluir em sua rotina”.

NO BANHEIRO
1. Vasos sanitários com caixa acoplada utilizam 6 litros de água/descarga, em vez dos mais de 20 litros das válvulas de parede convencionais. Modelos mais modernos trazem, ainda, um duplo botão para três e seis litros, que podem ser acionados de acordo com a necessidade. Se a urina for separada nas tubulações de esgoto, poderá ser reutilizada para a fertilização de solos, ou seja, será uma carga a menos de nutrientes a ser jogado nos rios; 

2. Bacias sanitárias com válvulas gastam menos água, ou seja, a cada seis segundos com a válvula acionada, gasta-se, em média, de 10 a 14 litros de água. Quando a válvula está com defeito, o consumo pode aumentar para 30 litros; 

3. Mantenha a válvula de descarga do vaso sanitário sempre regulada e não use o vaso como lixeira ou cinzeiro; 

4. Se os 19 milhões de habitantes da Região Metropolitana de São Paulo diminuírem a descarga, pelo menos uma vez ao dia, serão economizados mais de 160 milhões de litros/dia, o que equivale ao abastecimento de uma cidade do porte de Santo André (São Paulo). 

5. A ducha gasta três vezes mais do que o chuveiro comum. Considerando a abertura total do registro e um tempo de 15 minutos, um banho de ducha consome, em média, 243 litros de água. Se o for com o registro meio aberto, a economia é de 90 litros. Com o chuveiro elétrico, o consumo seria reduzido de 153 litros para 51 litros; 

6. Se desligamos a ducha enquanto nos ensaboamos e reduzirmos o tempo para cinco minutos, o consumo cai para 81 litros; 

7. Se, ao escovar os dentes, enxaguarmos a boca com a água do copo, economizamos 3 litros de água; 

8. Cada cinco minutos com a torneira aberta gasta em torno de 25 litros, quantidade suficiente para que uma pessoa beba a quantidade de água necessária em 12 dias. Então, feche a torneira sempre, enquanto escova os dentes, faz a barba e lava o rosto. Assim, gastará apenas 2 litros, em média, então, economizará cerca de 23 litros/dia. 

NA COZINHA 
9. Antes de lavar a louça, panelas e talheres, remova bem os restos de comida de todas as peças e deixe-as de molho, se necessário. Ensaboe tudo, primeiro – mantendo a torneira fechada, claro! -, para depois, então, enxaguar de uma só vez; 

10. Ao deixar a torneira meio-aberta, por 15 minutos, para lavar louça, gastamos em torno de 243 litros de água. Se você instalar um arejador na torneira da cozinha, nas mesmas condições, economizamos 105 litros de água. 

11. Você sabia que, para lavar um copo é necessário gastar, pelo menos, dois copos de água? Que ironia! Quer dizer que, se tomamos um copo de água para matar a sede, desperdiçamos outros dois para mantê-lo limpo! Como tomamos água o dia todo – pelo menos é o que devemos fazer, não é necessário lavar o copo toda vez que o usamos. Então, reserve-o para usar mais vezes; 

12. Uma lavadora de louças com capacidade para 44 utensílios e 40 talheres, gasta 40 litros. Em comparação com uma lavadora de roupas, o gasto é bem menor, mas o ideal é optar pela lavagem à mão, certo?; 

NA LAVANDERIA 
13. Não lave a roupa aos poucos, deixe-a acumular um pouco e lave tudo de uma vez, sempre lembrando de fechar a torneira enquanto esfrega e ensaboa as peças. Lembre-se: a torneira meio aberta por 15 minutos pode chegar a gastar 243 litros. 

14. Roupas muito manchadas e sujas, podem ficar de molho. Depois, utilize esta água para lavar a lavanderia ou o quintal; 

15. Só ligue a máquina de lavar roupa quando estiver cheia. Uma lavadora com capacidade para cinco quilos, em operação completa, gasta, em média, 135 litros; 

TORNEIRAS 
16. A boa manutenção é a melhor forma de evitar desperdícios. Ao mínimo sinal de vazamentos, procure assistência rápido; 

17. Troque o “courinho” da torneira com freqüência. O gotejamento lento gasta em torno de 400 litros/mês. Já o rápido gasta, em média, mil litros/mês. Sabe aquele filete de água que escorre quando não fechamos a torneira direito? Gasta cerca de 6.500 litros/mês!!; 

18. Mais um lembrete para você usar as torneiras com consciência! Uma torneira aberta gasta de 12 a 20 litros de água/minuto; se estiver pingando, são 46 litros/dia, ou seja, quantidade suficiente para matar a sede de uma pessoa por 20 dias. Se por descaso, a torneira fica aberta por 15 minutos com 1/4 de volta, o gasto é de 108 litros. Com 1/2 volta, 280 litros. Com uma volta completa, 380 litros de água são gastos; 

19. A instalação de reguladores de vazão nas instalações hidráulicas podem reduzir o consumo de água em até 50%; 

20. Um buraco de dois milímetros em qualquer encanamento desperdiça cerca de três caixas d’água de mil litros; 

ÁREAS EXTERNAS E CARRO 
21.
 Evite lavar calçadas, quintais e carros com freqüência. Se for inevitável, use balde e vassoura no lugar de mangueira ou vassoura hidráulica. Esta é uma das piores invenções, que prioriza apenas o conforto: gasta quase 280 litros de água em 15 minutos!; 

22. Ao molhar plantas, use o regador: o gasto é bem menor do que se você usar mangueira. Mas, se tiver um jardim grande, opte pela mangueira com esguicho-revólver: é mais econômica. Quer ver? Dez minutos com a mangueira normal, gasta cerca de 186 litros de água; já com a que tem esguicho-revólver, a economia é de 96 litros; 

23. Evite lavar o carro durante a estiagem, mas, se for muito necessário, prefira 
usar balde e panos, nunca a mangueira. O gasto médio com mangueira é de 560 litros/30 minutos. Com balde e pano, você gasta 40, ou seja, a economia é de 520 litros; 

24. Uma piscina de tamanho médio, exposta ao sol e ao vento, perde 3.785 litros de água/mês, por evaporação. Para você entender o tamanho do desperdício, basta dizer que essa quantidade supre as necessidades de água potável de uma família de quatro pessoas, por cerca de um ano e meio. Além disso, a piscina coberta diminui a perda de água por evaporação em até 90%. Precisa mais? Então, cubra sua piscina sempre que não estiver sendo usada. E, se você mora em condomínio, converse com o síndico sobre a importância dessa prática.

 



Escrito por e.criativa às 16h09
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Grupo: Alciane Tavares e Andressa Vieira

 

Tema: A Água e sua preservação

Produto: Vídeo

Público - Alvo: crianças de 3 anos

Assunto:

O uso racional da água começa na Ed. Infantil

O planeta Terra sofre grande e significativa degradação como poluição, desmatamento, extinção de animais, entre outros, e que se não fizermos um movimento educativo para a conscientização nas escolas, a vida na Terra ficar- se-á comprometida. Diante disso, o nosso trabalho objetiva construir com as crianças o uso racional da água. Sabemos, pois que o meio ambiente oferece aos seres vivos as condições essenciais para a sua sobreviência e evolução, cabe a todos nós, portanto, fazermos o uso consciente de todos os recursos naturais dísponíveis, sobre tudo, a água. Notadamente, toda espécie de vida não se sustenta sem água potável, ar puro e solo fértil. O trabalho se embasará em três tópicos:


A importância da água


A água é um dos recursos naturais mais importantes para a vida. Nosso organismo é constituído por 75% de água. Além do ser humano todos os demais seres vivos dependem dela para viver. Usamos esse bem cotidianamente, para cozinhar, para a higiene pessoal, lazer e, é um recurso estratégico para o desenvolvimento econômico.

O meio ambiente e a água

A maior parte do nosso planeta esta encoberto pelas águas dos oceanos, lagos, rios e ribeirões e os lençóis freáticos ( água subterrânea), porém apenas uma pequena parte dessa quantidade se refere a água doce. O maior reservatório de água doce se encontra nas geleiras que representando 75%. A água se encontra em 3 estados: sólido, líquido e gasoso.


A Escola de Educação Infantil e o uso racional da Água

Devemos nos conscientizar sobre o desperdício de água. Aprendendo a economizar e reutilizá – la quando possível. Pequenas atitudes já fazem a diferença como: fechar a torneira ao escovar os dentes, reutilizar a água da piscina para regar as plantas, entre outros.

 



Escrito por e.criativa às 16h07
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Grupo: Isabel Cristina de Faria / Laisa Mirele / Neila Regina Lopes Lelis

 

Tema: Revitalização da área verde na escola

Produto: Mural

Público-alvo: crianças de 0 a 3 anos

Assunto:

Além de apenas construir um espaço de lazer para a escola e a possibilidade de poder colocar em prática ações voltadas para a Educação Ambiental, tirar as crianças de dentro da sala de aula e leva-las para conhecer a preservação e de renovar a degradação causada pelo homem na natureza. A principal linguagem da criança se dá através do corpo. A criança compreende melhor aquilo que vivencia, sente e experimenta e aprende através do movimento, do contato, das sensações provocadas em cada situação por ela vivenciada, imagens e sensações compõem seu ser em desenvolvimento, imprimindo significados e criando memórias.

E a partir daí mostrar nossa capacidade de reverter situações, aprender sobre os cuidados com o meio ambiente e também noções de reflorestamento e reaproveitamento.

Este espaço escolar permite a participação das crianças com mais segurança, a turminha se diverte e aprende colocando a mão na terra. Manusear a terra permitirá que a criança sinta o ambiente natural e o compreenda com seus sentidos, possibilita à criança religar-se à Natureza, compreender-se parte integrante do Planeta.




Escrito por e.criativa às 15h42
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Grupo: Eunice de Oliveira / Guilherme Chineila Alves / Maria Inês Fernandes Bevilaqua

Tema: Coleta Seletiva na Educação Infantil

Público-alvo: Crianças de 03 a 05 anos

Produto: Fotojornalismo

Assunto:

O que é "Coleta Seletiva"?

Coleta seletiva ou recolha seletiva é o termo utilizado para o recolhimento dos materiais que são possíveis de serem reciclados, previamente separados na fonte geradora. Dentre estes materiais recicláveis podemos citar os diversos tipos de papéis, plásticos, metais, vidros e orgânicos.

Para iniciar um processo de coleta seletiva é preciso avaliar, quantitativamente e qualitativamente, o perfil dos resíduos sólidos gerados na escola, a fim de estruturar melhor o processo de coleta.

Qual a importância de separar o lixo?

A separação na fonte evita a contaminação dos materiais reaproveitáveis, aumentando o valor agregado destes e diminuindo os custos de reciclagem.

No processo de reciclagem, que além de preservar o meio ambiente também gera riquezas. Esta reciclagem contribui para a diminuição significativa da poluição do solo, da água e do ar. Muitas indústrias estão reciclando materiais como uma forma de reduzir os custos de produção.

Um outro benefício da reciclagem é a quantidade de empregos que ela tem gerado nas grandes cidades. Muitos desempregados estão buscando trabalho neste setor e conseguindo renda para manterem suas famílias. Cooperativas de catadores de papel e alumínio já são uma boa realidade nos centros urbanos do Brasil.

Considerações finais

Com o crescimento da população mundial, o lixo produzido também aumenta e consequentemente a necessidade de dar uma destinação correta para ele. Acreditamos na importância de conscientizar as crianças desde cedo a atuar de forma significativa na preservação do meio ambiente, colaborando com um olhar crítico, com atitudes responsáveis que possam fazer a diferença no espaço em que convivem.

 



Escrito por e.criativa às 15h18
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


apresentação educação criativa

Este blog contém as atividades desenvolvidas no educomunicação no meio ambiente turma 1.

 



Escrito por e.criativa às 14h27
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis